quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Mangueira é a campeã do Carnaval 2016 do Rio de Janeiro


Escola levou à Sapucaí desfile que homenageava a cantora Maria Bethânia, que completa 50 anos de carreira


Maria Bethânia foi a estrela do desfile da escola campeã do Carnaval do Rio 2016Foto: YASUYOSHI CHIBA / AFP


Depois de 13 anos sem títulos, a Mangueira sagrou-se campeã do Carnaval carioca 2016. A escola somou 269,8 pontos, superando a Unidos da Tijuca e a Portela por um décimo, em um embate voto a voto até o fim da apuração, realizada no Sambódromo nesta quarta-feira.
Última escola a cruzar a Sapucaí na segunda noite de desfiles, já na madrugada de terça-feira, a Mangueira homenageou a cantora Maria Bethânia, com a celebração dos 50 anos de carreira da cantora e compositora baiana. O enredo abordou sobretudo as religiões que marcam a origem e a vida da cantora. Bethânia desfilou no último carro, ao lado de duas afilhadas.

Seu irmão, Caetano Veloso, foi destaque do carro que veio com vários artistas, entre eles Mart'nália, Adriana Calcanhoto, Zélia Duncan, Regina Casé, Vanessa da Mata, Renata Sorah e Ana Carolina. Outras presenças de destaque no desfile foram da cantora Alcione, grande amiga de Bethânia, e da sambista Beth Carvalho, mangueirense ilustre, que há dois anos não desfilava pela escola.

Este é o 18º título da Mangueira, que não vencia desde 2002 e é a segunda maior campeã do Carnaval do Rio. A Portela ainda é a maior vencedora, com 21 títulos. No ano passado, a Mangueira ficou em 10º lugar.

A arrancada do Tinô

O ex-prefeito Tinô dos Santos (PMDB) assumiu a pré-candidatura da legenda à prefeitura da cidade de Maracanã. Sua caminhada pelo município tem sido forte e recheada de adesões em todas as regiões.
Recentemente recebeu apoio de importantes lideranças políticas e comunitárias. O que mais impressiona é o sentimento de mudança em pról do retorno do partido para a sede do governo municipal.
Durante o carnaval Tinô esteve nas vilas de 4 Bocas e Mangueirão e na praça central da cidade, convergência dos blocos durante a folia de momo.










Momentos do carnaval em Maracanã

Quarta-feira de cinzas. E o reinado de Momo chegou ao final com muita alegria e paz. O povo da minha querida Maracanã fez uma grande festa, divertiu-se, brincou com tranquilidade e de forma favorável. Apesar de não ter tido uma festa com estrutura e organização decente.
Mas, valeu à pena!

Confira as imagens da folia em nossa querida Maracanã














terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

Carnaval para poucos em Maracanã

Os órgãos oficiais de cultura, lazer e turismo de Maracanã sob a responsabilidade amarela fecham seu último carnaval no dia de hoje - caso não consigam a reeleição. Entretanto, não é necessário esperar a terça-feira gorda para perceber que a folia de Momo tronou-se uma grande decepção de público na cidade, de vendas de bebidas e comidas, fraca demanda em hotéis e restaurantes, muitas reclamações de ambulantes.

O resultado da folia nos últimos anos é decepcionante porque o carnaval é organizado para poucos. Não há incentivos para os blocos, não se organiza boas e baratas programações; o trio elétrico que é um ingrediente indispensável para o carnaval de rua nunca é contratado. Enfim, são falhas que beiram à incompetência e o absurdo.
Imagens: Facebook
A cúpula da administração sente prazer em ir pra ruas, às vezes até bem estilosos em fantasias caras, mas não percebem a insatisfação do povo que gostaria também de ter uma festa decente.

Bem, espero que nos encontremos em melhores carnavais, afinal nós conhecemos de antigos carnavais...

Vocalista do A-HA causa frisson em Belém




Morten esteve no Ver-o-Peso durante estadia em Belém (Foto: Reprodução)


O vocalista da banda A-HA Morten Harket esteve em Belém na última semana para gravar um comercial, e causou frisson por onde passou. Fãs e admiradores do músico aproveitaram para tietar o astro e fizeram fotos e selfies para registrar o momento.

Morten passeou pelo mercado do Ver-o-Peso, Theatro da Paz e foi até a Hydro, em Barcarena, empresa que o convidou para fazer a gravação, e garante que surpreenderá o público com a produção. O comercial tem previsão para ir ao ar ainda no primeiro semestre de 2016.

Postagens nas redes sociais mostraram que o cantor não passou despercebido pela cidade das mangueiras.

DOL

Sobre Salinas


PRESENTES QUE SALINAS MERECE

Francisco Sidou - jornalista


Congestionamentos colossais, buzinaços ensurdecedores, xingamentos e estresse sobre quatro rodas - esses são apenas alguns dos transtornos enfrentados por milhares de pessoas que procuraram Salinas para os festejos de "passagem" de ano e outros feriados..

O desabastecimento de produtos básicos como pão, água e gelo foi outro. Falta de planejamento gera o desabastecimento quase crônico nos feriados prolongados. Os comerciantes de Salinas reclamam quando não faturam o bastante, mas não se preparam para faturar mais quando a demanda cresce e aparece.

Quanto ao transporte, a prefeitura de Salinas bem que poderia lançar uma licitação para uma linha especial de turismo, com ônibus modelo jardineira (protótipo na foto, abaixo) para operar em city tour e também com linha regular para as praias.

Seria uma maneira de incentivar as pessoas a pouparem seus carros e também a cidade da poluição sonora, ambiental e da ação predatória causada pelos alegres turistas em suas "máquinas maravilhosas".


segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

Blocos de Curuçá e Bragança empolgam foliões





Pretinhos do Mangue (foto)volta amanhã às ruas de Curuçá. Em Bragança blocos saem hoje (Foto: Janduari Simões/Arquivo)


Irreverência e muita descontração marcaram o carnaval de Curuçá, região nordeste do Pará, na tarde de ontem. O bloco Pretinhos do Mangue mais uma vez arrastou uma multidão para as ruas cidade por mais de duas horas de folia. Para quem não se importa em passar o carnaval literalmente na lama, o bloco reúne alegria, tranquilidade e economia - afinal o abadá é 100% natural. Com 26 anos de folia, o Pretinhos do Mangue mistura carnaval e consciência ambiental. Além da diversão, os organizadores ensinam os foliões a preservar o mangue, local que garante a sobrevivência de dezenas de famílias de marisqueiras de Curuçá.

ORIGENS NA LAMA

A tradição do bloco iniciou em 1986 por iniciativa dos moradores Everaldo Santos e Sebastião Araújo, que costumavam catar caranguejo para tirar gosto com caipirinha. Certo dia, em pleno carnaval, quando estavam sujos de lama, resolveram sair pelas ruas da cidade. A ideia agradou os moradores de Curuçá, reunindo cerca de 15 pessoas nos primeiros anos. A partir de 2000, já com outros responsáveis no comando do bloco, o Pretinhos do Mangue começou a crescer até se tornar um dos carnavais mais atrativos do estado.

No desfile de ontem, o bloco reuniu mais de 7 mil pessoas, segundo a Polícia Militar. Pessoas como o servidor público, Paulo Neves, 59, que mora em Belém, mas há 3 anos participa do carnaval em Curuçá com outras 100 pessoas da família. Completamente sujo de lama, ele ignorou o mau cheiro natural que sai da mistura da água com a terra e caiu na folia. “A lama não faz mal nenhum, é até medicinal, limpa tudo e nos dá muita alegria”, diz ele. O Pretinhos do Mangue é conhecido como o carnaval da família e ainda mantém a tradição das velhas marchinhas de rua.

O analista de sistema, Arsênio Jorge, 34, também “caiu” no mangue junto com as filhas Jhordana Mikelly e Jhorgiana Michelle, de 5 e 3 anos de idade respectivamente. Sujo dos pés à cabeça, o pai estava só felicidade em curtir um carnaval diferente com a família. “A gente se diverte junto com a natureza com a garantia de brincar de forma saudável e sem violência”, afirma.

>> Veja imagens do bloco Pretinhos do Mangue



Em Bragança, os blocos saem hoje, segunda-feira (8). (Foto: José Clemente Schwartz)



EM HARMONIA

Segundo o presidente do bloco, Edmilson dos Santos, a parte destinada ao banho de lama é a do tereterê, área do mangue onde a terra é mais mole e sem resíduo - e por isso mais fácil para o enlameamento, sem machucar a pele. Além disso, o espaço não tem a presença de crustáceos, o que reduz ao mínimo o impacto ambiental da brincadeira. A organização do bloco iniciou em outubro, envolvendo uma equipe de 10 pessoas.

Este ano, a novidade foi a presença de uma madrinha de carnaval negra, a passista Pâmela Renata, simbolizando a cor e a presença do mangue no cotidiano da cidade. Durante o desfile, Pâmela distribuiu aos brincantes 100 ostras prontas para comer.

(Leidemar Oliveira/Diário do Pará)ALEGORIASO bloco foi organizado, ainda, com carros alegóricos com uma ostra gigante, um caranguejo de 3 metros de cumprimento e outro com bonecos de guarás pintados de argila colorida. “O diferencial do Pretinhos do Mangue é que todo mundo gosta de se sujar e faz disso uma alegria indescritível que contagia a todos”, resume Santos. Para quem perdeu o primeiro dia de desfile, o bloco sai novamente às ruas de Curuçá amanhã, encerrando o carnaval deste ano na cidade.


Leia também:

As melhores programações de carnaval do Pará


Hoje é dia de Cabraçurdos, As Virgienses e mais


Vigia de Nazaré promete muita animação com os tradicionais blocos de Carnaval (Foto: Diário do Pará/Arquivo)


A segunda-feira promete ser de muita folia em vários municípios paraenses. Confira as principais programações:

VIGIA
A partir das 16h

Blocos: Os Cabraçurdos (16h), As Virgienses (17h) e Gaiolas das Loucas (21h)

Bandas: Arte Show (19h), Forró dos Reis (20h), Banda Bafon (22h) e Toninho e Banda (1h).



CURUÇÁ

Hora: a partir das 16h

Blocos: Curral do Piça (16h); Não encha meu saco, encha meu copo (16h30min); Tigre Kids (17h); Ranufu Deu na Avenida (17h30); Galo Kids (18h); Gordinho da Saveiro (18h30); Coração Apaixona (19h); Roceirinhos (19h30); Skema (20h)

Bandas: Na Kebrada (21h) e Tigre – Tiago Costa (23h).

BRAGANÇA

Atração: Desfile do bloco ‘Urubu Cheiroso’, na Praça Rosa Blanco.

CAMETÁ

A partir das 5h

Banda de Fanfarra do Da Mata (5h)

Praia da Aldeia: às 14h, banda Caferana Harmonia, seguida da banda Pura Arte (16h30).Concha Acústica: às 20h está prevista a banda B7, seguida da banda Som Livre (23h).

Corredor da Folia, a programação começa às 18h, com o Bloco Pifim, seguido do bloco Pinga Chopp (18h30), Fofó dos Pretinhos (19h), Bloco os Guelas (19h30), Bloco Couro de Rato (20h), Bloco Camarão (20h30), Fofó da Maia (21h), Fofó das Virgens (22h), Bloco Kativeiro (23h30), Bloco Camarote Alternativo (00h30), Bloco Tapera (1h), Bloco Badala Vip (2h), e Bloco Detonay (3h).

MARITUBA

A partir das 19h

Blocos: New Vibration (19h), Bloco Sapinho (20h), Bloco Pimenta Malagueta (21h), Bloco 100 Preconceito (22h), Bloco Timbalauê (23h), Bloco Du Caça (00h) e Bloco do Alho (01h).

SÃO CAETANO DE ODIVELAS

Atração: Desfile do Boi Faceiro e dos ‘Cabeçudos’.

(DOL)

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Nunca sobra nada no Fundeb de Maracanã

O governo federal fez os cálculos do ano passado e como os valores são estimados, creditou no último dia 29 de janeiro para todas as Prefeituras do Brasil, a diferença entre o repassado como Complementação do fundeb em 2015 e o que deveria ser.

Só a diferença: Mais de dois milhões na cc do banco do Brasil

Sendo assim, só o município de Maracanã recebeu mais de R$ 2 milhões para a área de educação.

Uma pergunta que continua rondando a cabeça dos profissionais de educação, quando somados todos os recursos do ano: Nunca sobra nem cem reais para rateio do Fundeb?

Em todos os municípios os valores não batem até nos centavos. Em Marituba, o prefeito pagou de acordo com as horas até R$ 2,400,00 como abono do Fundo. Já em Maracanã desde 2011, que professor não viu mais a cor do dinheiro de sobra do Fundeb.

Para corroborar o que falo, até o governo federal não acerta integralmente nos cálculos, pois a arrecadação oscila muito, assim, calcula quando fecha o ano e deposita a diferença em janeiro.

Para isso tenho uma tese: Ou o contador de Maracanã é o melhor do universo ou alguns conselheiros do Fundeb estariam fazendo vista grossa.

Em anos anteriores, o conselho era mais astuto em cálculos e mesmo antes do anúncio oficial da Prefeitura, os valores já corriam de mão em mão nas escolas. Creio que seja por isso que a grande maioria do povo de Maracanã clama pela volta da equipe de anos anteriores.

É a nossa opinião!

O mosquito da dengue é nepotista em Maracanã

Uma postagem pública chamou a atenção da redação do Blog, efetivada em rede social do coordenador do Sintepp sub sede Maracanã, Elton Monteiro, sobre a falta de zelo com a campanha nacional de combate ao mosquito Aedes Aegypti, que agora provoca mais doenças: chicungunha e Zica, além da conhecida dengue. As imagens são de 14 de janeiro, quando foram depositados no quintal da secretaria de educação, os apetrechos que serviram como ornamentação natalina, elaborado com garrafas pets e potenciais depósitos de água parada, um ambiente propicio para a criação de larvas do mosquito.

Imagens: Elton Monteiro

Bem, o que mais chama atenção, além, lógico, da falta de cuidados e da incompetência comprovada e carimbada do atual governo em gerir a coisa pública é justamente o caminho tortuoso para chegar a tal situação: ora, a observância para o combate à dengue é de responsabilidade da secretaria de saúde, comandada pelo filho da prefeita; já na secretaria de educação, onde mosquito é criado brincando de pira no quintal, o gestor é sobrinho da prefeita e melhor ainda, primo e colega de copo do secretário de saúde.

Como um não cobra o outro pelo zelo e responsabilidade, caberia justamente a prefeita alertar para que os dois trabalhem e trabalhem, honrando o salário pago pelo povo. Mas, ai reside outro perigo: a prefeita é mãe do vigilante da dengue e tia do dono do criadouro de mosquitos. Ou seja, passa a mão na cabeça dos dois.

O nepotismo também tornou-se um terreno fértil para as larvas de mosquitos da dengue. Na mesma postagem, alguns internautas denunciam que no mercado municipal, há geleiras e caixas sem tapas cheias de água e na Secretaria de Agricultura, muitas carcaças de veículos e outros equipamentos cheios de água da chuva.

Um novo caminho para Algodoal

Prainha - Imagem: Ivanildo Silva

Segundo informações que chegam da cidade de Magalhães Barata salgado paraense, uma nova rota como opção para turistas e amantes da Ilha de ALGODOAL será implementada no mês de julho, quando acontece as férias e o início do verão amazônico.
O local escolhida é a vila de Prainha, que servirá como nova ponte e alternativa para alcançar à ilha, sem os atropelos da via normal, pela estrada de Marapanim e trapiche de Marudá.

A iniciativa é de proprietários de barcos, até mesmo pescadores, que estão adaptando embarcações para o transporte regular de passageiros, com vistas a melhorar a renda. Prainha fica bem perto da ilha de Maiandeua, onde localizam-se as praias de Algodoal e poderá ser uma ótima opção para frequentadores do local.

Norte Energia desmente que cobra tenha sido encontrada no Xingu

Imagens que circulam na internet
Desde o dia 01 de fevereiro, um video e várias imagens postadas nas redes sociaís supostamente por funcionários da empresa que constrói a Usina de Belo Monte, dão vazão a informação de que uma cobra sucuri de 10 metros e 400 quilos teria sido encontrada numa caverna após um explosão durante o desmatamento de áreas para alagamento da hidrelétrica.
O consórcio que é responsável pela obra desmentiu o fato.



A nota pública da empresa

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Menina de 10 anos sumiu na Vigia

A menina Tayres sumiu no sábado na cidade de Vigia de Nazaré e a família desde então promove uma busca incansável para localizá-la. A mãe da garota é Regiane Barbosa, que aguarda ansiosa por notícias. Qualquer informação para os contatos abaixo ou no WhatsApp do Blog: 99322,2139





Hospital de Bangladesh se prepara para operar 'homem-árvore'

Abul Bajandar desenvolveu verrugas com aparência de casca de árvore.
Segundo médico, ele sofre de epidermodisplasia verruciforme, doença rara.

Da Agência Efe


O Hospital Universitário de Daca, o principal público de Bangladesh, formou uma equipe de especialistas para tentar operar Abul Bajandar, que desenvolveu verrugas com aparência de casca de árvore nas mãos e nos pés devido a uma enfermidade conhecida como "doença do homem-árvore", informou à Agência Efe o coordenador do setor de cirurgia plástica do centro médico, Samanta Lal Sen, nesta segunda-feira (1º).

Abul Bajandar desenvolveu verrugas com aparência de casca de árvore nas mãos e pés (Foto: Munir Uz Zaman/AFP)

As verrugas começaram a aparecer há dez anos e, aos poucos, foram fazendo com que Abul, de 26 anos, e que vive em uma pequena aldeia da cidade de Khulna, deixasse de usar as extremidades do corpo. Ele está internado desde o último sábado.

"Trata-se de uma epidermodisplasia verruciforme, doença rara não contagiosa da qual conhecemos poucos casos no mundo. Nunca tinha visto uma coisa igual", afirmou Sen.

Segundo ele, seis especialistas farão várias análises "durante as próximas duas ou três semanas" para avaliar se é possível operar o rapaz.

"A priori, não existe cura para a doença. Nosso objetivo é proporcionar um alívio ao paciente, melhorar sua condição e tentar conseguir com que suas mãos e pés voltem a ser funcionais", ressaltou o médico, que acrescentou que as verrugas voltarão a crescer com o tempo.

Abul, que é casado e tem uma filha de três anos, trabalhava como motorista, mas depois de perder a funcionalidade das mãos teve sair do emprego e agora pede esmola nas ruas da cidade, segundo a imprensa local.

"Preciso de ajuda para todas as minhas atividades diárias, inclusive comer e tomar banho. O peso (das verrugas) faz com que meus braços cedam e a dor aumenta quando tento me movimentar", declarou ao jornal local "The Daily Star".
Segundo médico, ele sofre de epidermodisplasia verruciforme, doença rara (Foto: Munir Uz Zaman/AFP)


Em um primeiro momento, Abul tentou se tratar com homeopatas de sua cidade e depois foi transferido ao principal hospital da região. Nos últimos cinco anos, passou por vários médicos de Calcutá, na Índia, até ter a confirmação de que sua doença não tem cura e que a alternativa seria a operação.

Homem é preso pela PF em Altamira por crime cibernético




Johnatan Silva de 31 anos foi preso em flagrante durante a manhã desta segunda (01), ele estava em casa, num condomínio de classe média, em Altamira no sudoeste do Pará. Segundo informações repassadas pelo conselho tutelar de Altamira ao DOL, o caso estava sendo apurado há três semanas, Johnatan estaria divulgando material pornográfico praticado entre ele, duas adolescentes (14 e 15 anos) e a mãe das garotas. A conselheira Lucenilda Lima ainda destacou.

“Logo que tomei conhecimento da situação, fui direto na PF e fiz a denúncia, pois tratava-se de crime cibernéticos, com divulgação pornográfica do que ele praticava com as adolescentes [enteadas] e a mãe das garotas [companheira], como comprovado o crime, a PF assumiu o caso com ajuda do Conselho Tutelar e hoje (01.02) efetuaram a prisão dele” Disse a conselheira.
POLÍCIA FEDERAL
Em entrevista coletiva no final da tarde desta segunda, o delegado da polícia federal Vicente Denechevcz, disse que recebeu a denuncia do Conselho Tutelar, e pediu a prisão preventiva do acusado, que foi autorizada pela justiça e agora serão aprofundadas as investigações.
Um mandado de buscas e apreensão também foi cumprido e um vasto material foi encontrado na casa, como, HDs, pendrive e vídeos, tudo será periciado. Um revolver calibre 38, com numeração raspada foi encontrado na residência, a princípio Jonhata negou ser o dono da arma, agora a companheira dele (nome não revelado) diz que na verdade é ela a responsável pelo revolver.
OPERAÇÃO ANJO DA GUARDA
A nota a imprensa expedida pela Polícia Federal em Altamira, diz que a operação denominada “Anjo da Guarda” apura atos de abuso sexual contra duas adolescentes, cárcere privado da enteada mais velha, além da suposta divulgação de vídeos e fotos através da internet e outros meios.
PRISÃO PREVENTIVA
Johnatan está sob custódia da Polícia Federal, mas deve cumprir o período de prisão preventiva decretada pela justiça no Centro de Recuperação Regional de Altamira.

Pará não ficará nem com 1% da energia de Belo Monte






O chamado “linhão” de Belo Monte, um dos mais extensos do país, exigirá a instalação de 4.500 torres e de 25 mil quilômetros de cabos, com investimento total da ordem de US$ 1,6 bilhão. A usina será a segunda maior hidrelétrica do país com 11.233 MW de capacidade instalada e enviará sua geração para as regiões Sul e Sudeste, que concentra quase 70% do consumo nacional de energia. A obra é considerada importante para o país também porque a linha terá a tecnologia de Ultra Alta Tensão, em tensão de 800 quilovolts (kV) de corrente contínua.


Será utilizado o sistema de corrente contínua, para não haver distribuição de energia no trajeto do linhão de Belo Monte, pois toda a energia será usada nas regiões Sul e Sudeste. Com mais de dois mil quilômetros, a linha de transmissão partirá da subestação Xingu, localizada em Anapu (PA), e chegará à subestação Estreito, localizada no Triângulo Mineiro, na cidade de Ibiraci (MG). Com isso, a energia gerada pela usina será escoada para o Sistema Interligado Nacional, chegando aos grandes centros consumidores.


A obra prevê investimentos de R$ 5 bilhões. Além da linha de transmissão Xingu-Estreito, serão construídas duas estações: a Estação Retificadora Xingu e a Estação Inversora Estreito. Com investimentos totais estimados em mais de R$ 28 bilhões, a usina de Belo Monte é um dos maiores empreendimentos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do governo federal. Quando concluída, será a terceira maior usina hidrelétrica do mundo.


Fonte: Blog do Augusto Alves (Com adaptações de Henrique Branco)

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Vitrola continua tocando...

Ruderson, Tay e Ruan
E hoje tem muita comemoração na residência dos amigos Ruan Ramon e Ruderson Carvalho, que foram aprovados no processo seletivo da Estácio/Fcat e agora são acadêmicos de Direito.
A comemoração deve entrar pela madrugada com muita marchinha do Pinduca para os futuros advogados.
Parabéns!
Acadêmicos de Direito Estácio

Agonia dos familiares dos pescadores da Vigia que estão desaparecidos


Embarcação naufraga e cinco estão desaparecidos




Embarcação naufragou no Marajó com seis pessoas que eram município de Vigia, região nordeste do Pará (Foto: Reprodução)


A embarcação Marinheiro de Vigia naufragou em Soure, no Marajó, no rio Rabo da Onça, na última quarta-feira (27) com seis pessoas a bordo.

Contudo, a Marinha do Brasil, através da Capitania dos Portos da Amazônia Oriental (Cpaor), informou que tomou conhecimento do acidente apenas na noite de ontem (30) e as buscas só foram iniciadas neste domingo (31).

Um helicóptero do Corpo de Bombeiros Militar (CBM), que não havia decolado por questões climáticas, foi enviado para auxiliar nas buscas. As buscas encerraram na noite deste domingo (31) e ninguém foi encontrado. O trabalho para tentar localizar as vítimas retornará na manhã de segunda-feira (1º).

Moradores e familiares das vítimas chegaram a interditar a rodovia PA-14, neste domingo, que dá acesso ao município de Vigia, reivindicando a demora na localização dos tripulantes. A via foi liberada após o helicóptero do Corpo de Bombeiros Militar chegar no local.

Em nota, a CPAOR esclareceu que "tomou conhecimento, por volta das 20h do dia 30 de janeiro, do naufrágio de uma embarcação pesqueira de nome 'Marinheiro de Vigia', com seis tripulantes a bordo. O naufrágio teria ocorrido por volta das 5h da manhã do dia 27 de janeiro."

A nota ainda afirma que "um dos tripulantes, que se encontrava flutuando com uma bóia de rede de pesca, foi resgatado por uma embarcação que navegava nas proximidades do Cabo Maguari, próximo à Ilha do Marajó. Os outros cinco tripulantes permanecem desaparecidos."

Finalmente, "o sobrevivente resgatado chegou a Icoaraci por volta de 00h do dia de hoje (31). Devido ao fato de estar muito debilitado, não resistiu e faleceu na manhã de hoje" e "um Inquérito Administrativo será instaurado, visando apurar as causas do ocorrido."

De acordo com o CBM, todos os ocupantes da embarcação residiam no município de Vigia, no nordeste paraense, localidade de onde a embarcação saiu.

A embarcação, inclusive, já foi localizada, porém, não havia ninguém em seu interior.

Segundo alguns moradores de Vigia, um helicóptero do governo do Estado foi solicitado pela prefeitura do município para dar apoio nas buscas, mas teria sido negado, o que provocou uma manifestação e o bloqueio da entrada do município até a chegada do veículo.

Por telefone, o CBM informou que o helicóptero não decolou por questões climáticas, mas que foi cedido para ajudar no resgate, chegando ao local do acidente durante o período da tarde.

O CBM, juntamente com a Cpaor, continuam na região fazendo as buscas. No entanto, com o avanço da noite, as buscas devem ser encerradas por causa da baixa visibilidade e serão retomadas somente na manhã de segunda-feira (1º).

Ainda não há informações sobre o que pode ter provocado o acidente com a embarcação.

(DOL)

O aniversário do Sargento Flávio


E hoje é o aniversário de um amigo gente boa, gentil, generoso e homem de bem e de paz. Felicito com carinho o Sargento Flávio, da minha querida Maracanã, que completa 79 anos bem vivenciados e de muitas alegrias.


A "primavera" com raizes do Guamá de Stéfanny na Globo

Técnicos aprovaram a apresentação da participante (Foto: Isabella Pinheiro/Gshow)
Stéfannu do Guamá para a Globo



Um verdadeiro show. A cidade de São Miguel do Guamá parou no horário do The Voice Kids para assistir a apresentação de sua filha Stéfanny, que herdou do seu pai professor Joe Machado, a vocação pela música. Depois os guamaenses foram pra rua em carreata comemorar a permanência da garota no programa, já que as três cadeiras dos jurados viraram para a Primavera da menina.





A versão de Stéffany Laura para “Primavera”, consagrada na voz de Tim Maia, fez todos os técnicos do The Voice Kids virarem suas cadeiras. “Você é solar”, disse Carlinhos Brown elogiando a participante do Pará. Mas os elogios do cantor não foram suficientes para conquistar a voz da menina para o seu time. Stéffany pensou e escolheu Ivete como sua técnica.
Stéffany Laura escolhe Ivete como técnica (Foto: Isabella Pinheiro/Gshow)
Stéfannuy terá como técnica a baiana Ivete

Fonte: Gshow